Minas Gerais cria frente para redução de agrotóxicos e apoio à agroecologia


Publicado em 21/08 às 14h

Por Carol Ramos MUDA-SP

No final de julho deste ano a população mineira ganhou um presente para sua saúde. É que o governo criou o Grupo Executivo Permanente da Estratégia Intersetorial de Redução do Uso de Agrotóxicos e Apoio à Agroecologia e à Produção Orgânica no Estado. O nome é grande e a meta também: elaborar, coordenar e implementar ações em diversas frentes para que a produção e a comercialização de alimentos agroecológicos se fortaleça em Minas Gerais.

Um grupo permanente vai encabeçar o escopo de trabalho, que inclui a construção de políticas públicas para proteção e promoção da saúde, a redução do uso de agrotóxicos, a ampliação de projetos de pesquisa e processos de acesso e intercâmbio do conhecimento, a qualificação de agentes de assistência técnica e extensão rural agroecológica, novos mecanismos de informação à população, ações de rastreabilidade dos alimentos comercializados no Estado e aquisição institucional de alimentos que atendam os padrões de segurança quanto ao uso de agrotóxicos, entre outras ações não menos importantes.

Integram o grupo diversos órgãos e entidades do Poder Executivo, tais como a Secretaria de Estado de Desenvolvimento Agrário, a Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento e a Secretaria de Estado de Saúde, além do Instituto Mineiro de Agropecuária, Instituto Estadual de Florestas e Instituto Mineiro de Gestão das Águas.



ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS