Como é a vida de um agricultor(a) que faz parte de uma Comunidade que Sustenta a Agricultura?


Publicado em 19/08 às 10h

Por Claudia Vivacqua de Figueiredo - CSA Brasil

Esta interessante pergunta me foi feita por uma querida companheira de ativismo em tudo que se relaciona ao meio ambiente e alimentação saudável. Uma pergunta que não pode ser respondida de forma linear, porque temos CSAS começando, CSAS que já funcionam há algum tempo e CSAS que estão engatinhando e várias já existentes no mundo das idéias. Cada uma com suas particularidades locais e regionais, sempre tentando manter os 10 princípios que norteiam uma CSA. E a partir destes princìpios vou tentar trazer luz a esta pergunta.

1º Princípio: Ajuda mútua

Agricultor(a) e co-agricultores se apoiando em suas necessidades.

2º Princípio: Diversificação das culturas

Como o agricultor(a) não precisa plantar aquilo que o mercado convencional determina, é possível diversificar cada vez mais sua plantação.

3º Princípio: Aceitação dos Alimentos da época

Respeito pelo que a Terra nos oferece, na época em que oferece.

4º Princípio:  Apreço

A colaboração mensal dos co-agricultores, durante os 12 meses do ano, para sustentar o Organismo Agrícola, e receber uma vez por semana seus alimentos, nos permite treinar sair de uma cultura do preço para uma cultura do Apreço. Os alimentos deixam de ter preço de mercado e o que é sustentado é o Organismo Agrícola em suas necessidades.

5º Princípio: Relações de Amizade

As relações entre os co-agricultores e agricultores(as) vão se estreitando e formando esta comunidade que se apoia.

6º Princípio: Distribuição independente

Cada grupo decide como os alimentos vão chegar ao seu destino, e os co-agricultores que vão até lá buscar os alimentos.

7º Princípio:  Organização compartilhada

Gestão feita pelo grupo de co-agricultores.

8º Princípio: Aprendizagem mútua

Todos podem aprender com todos.

9º Princípio: Cultivo e consumo local e manutenção da escala apropriada

Implantar uma CSA perto do local em que vivo faz sentido, pois fortalece a economia local e transforma a realidade do entorno. É importante manter a escala da plantação adequada ao número de membros do Organismo Agrícola. Sempre olhar " o que temos e o que queremos?"

10ºPrincípio:   Estabilidade

É preciso paciência no esforço para avançar na cooperação mútua e não desistir, mesmo que ainda não se tenham todos os princípios acima desenvolvidos.

Ser Agricultor(a) de CSA é transitar diariamente por estes princípios na prática permanente de construir uma CSA junto com seus co-agricultores.



ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS