Vamos conhecer, valorizar e preservar a biodiversidade, adotando uma alimentação ecológica!


Publicado em 21/05 às 16h

Por Valéria Paschoal - VP Consultoria Nutricional

Como destacado no texto que abre nosso boletim Nutrindo a Mudança, a Plataforma Intergovernamental de Política Científica sobre Biodiversidade e Serviços Ecossistêmicos (IPBES) trouxe um alerta sobre o uso insustentável de recursos naturais, que está sendo praticado pela espécie humana, e seus efeitos devastadores na biodiversidade do planeta.

O relatório enfatiza o uso abusivo de agrotóxicos e fertilizantes e confirma a urgência de adotarmos uma alimentação mais sustentável e orgânica, incentivando a produção dos pequenos agricultores.

É importante ressaltar, que, a cada dia, mais terras são desmatadas para criação de gabo e para o cultivo de seu alimento (soja). Esse desmatamento, de forma acelerada e exagerada, contribui para a extinção de espécies da fauna e da flora, reduzindo nossa biodiversidade.

Mas como nós, seres humanos que habitamos este planeta, devemos tomar medidas e atitudes para minimizar esses impactos? Incentivando o comercio justo e sustentável; valorizando os pequenos agricultores; diminuindo o consumo exagerado da carne; evitando o desperdício e a geração de resíduos e propagando a consciência sobre o descarte correto do que for gerado.  Especificamente, o profissional nutricionista deve valorizar e prescrever alimentos de nossa biodiversidade, atentando para as espécies de cada bioma brasileiro e respeitando o ciclo da natureza.

Já pensou em fazer uma receita que poderá aumentar a diversidade na sua alimentação e colaborar para reduzir o risco de extinção de espécies? Aqui vai uma sugestão deliciosa!

O camu camu é uma PANC predominante da região da Amazônia. Seus frutos são globosos e sua coloração varia entre o vermelho, rosa e roxo. O fruto ficou muito conhecido pelo elevado teor de vitamina C e pela presença de compostos fenólicos, como os flavonoides e antocianinas, tornando-o um potente antioxidante, com propriedades anti-inflamatórias e antivirais. Além disso, o camu camu contém potássio, sódio, cálcio, zinco, magnésio, cobre, aminoácidos e ácidos graxos, como o ácido linoleico e oleico. O consumo desse fruto está relacionado com a redução da inflamação e estresse oxidativo e ele pode ser usado como uma estratégia para redução do risco de algumas doenças, como a obesidade.

Receita: Vitamina revitaliza

Ingredientes:

  • 1 banana nanica madura
  • 3 frutos de camu camu
  • 1 copo de água ou bebida vegetal ou leite biodinâmico

Modo de preparo: Lave bem o camu camu, em seguida corte a fruta em 4 pedaços. Adicione no liquidificador os pedaços de camu camu, a banana e o líquido de sua preferência. Bata tudo e pronto! Que seu dia comece cheio de vida!