Conheça a Escola do MST que homenageia nossa grande mestra agroecológica, Dra Ana Primavesi


Publicado em 21/01 às 09h

Por Régis Philippe - MST

A Escola Popular de Agroecologia Ana Primavesi foi criada com a proposta de suprir as demandas das famílias do assentamento Agroecológico Egídio Brunetto, situado na cidade de Lagoinha, na regional do Vale do Paraíba, São Paulo.

Os primeiros desafios têm sido o nivelamento dos conhecimentos a respeito do que conceitua a agroecologia e suas práticas, e como nossa ação no ambiente pode ser entrópica ou sintrópica.

Dentro da realidade do assentamento, que historicamente, outrora, abrigou a prática de produção de gado em sistema extensivo, trouxe grande impacto, principalmente na disponibilidade e qualidade da água, na maioria das áreas ocupadas pelas famílias.

Outro fator é a compactação e exposição do solo, que desafia as famílias a buscarem alternativas para corrigir tais problemas, e desenvolverem práticas agrícolas que restabeleçam a fertilidade.

Sendo assim, a escola popular tem como missão capacitar e dar suporte técnico às famílias moradoras do assentamento e também da região ao entorno. Para que de fato o assentamento se concretize com uma base agroecológica e suas famílias produzam e ofereçam à população alimentos saudáveis e ainda restaurem aquilo que em outro momento foi perdido no local, os bens da natureza, principalmente o que há de grande valia e abundância nesta região, a água.

Dentro das atividades atribuídas à escola, o primeiro passo já realizado, foi o início da turma de alfabetização Cora Coralina.

A turma, que se forma em março de 2019, utiliza a metodologia do programa 'Sim, eu posso!". Outras previsões para o próximo ano são capacitações em coletas de sementes florestais e produção de mudas nativas, e formações em sistemas agroflorestais e agrossilvopastoril.

OBS.  E por falar em projetos que promovem a agroecologia, que tal colaborar com a plataforma Mapa da Agroecologia? Ela é uma ferramenta livre e em constante evolução que está sempre buscando parceiros, para aprimorar o sistema, não somente fornecendo informações sobre os locais que já realizam experiências agroecológicas, mas com sugestões e dicas de como aprimorar a plataforma em si. Participe e ajude a fomentar novas redes de colaboração. Aproveite a visita e confira a página do MUDA lá!



ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS