Veja porque nós precisamos dizer Não aos produtos cultivados com o uso de agrotóxicos


Publicado em 22/11 às 10h

Por Conceição Trucom - DoceLimão

O Boletim Doce Limão de novembro, publicado na semana passada, destacou o tema Diga, Esteja, Seja #nãoaosagrotóxicos.

Ele trouxe uma detalhada reflexão que fizemos sobre a possibilidade de remoção dos agrotóxicos dos alimentos oriundos de agriculturas convencionais, sistemicamente contaminados com os venenos usados na produção dessas culturas.

Trata-se de um grande alerta porque precisamos sair deste ideal “POLIANA” de que, nas bancadas de nossas cozinhas, iremos reverter os impactos negativos que os agrotóxicos podem causar na saúde humana.

O pior desta atitude é esquecermos de tudo o que aconteceu antes de adquirirmos esses alimentos contaminados, seja o efeito que causaram nas plantações, no meio ambiente, rios, lagos e mares, seja  o dano provocado em insetos polinizadores, animais, crianças, agricultores e em toda aquela comunidade que, consciente ou inconscientemente, entra em contato com esses venenos...

Colocamos em foco também os plásticos, inocentes ou não, úteis ou não, já que em breve teremos mais plástico nos mares e oceanos do que peixes...

E finalizamos o Boletim com o foco em todos os trabalhos publicados pela geógrafa da USP Larissa Mies Bombardi, que nos apresenta seus estudos através de muitos mapas em um ATLAS sobre o setor. Em contato com esse material, todos podem perceber, de olhos abertos, toda a VIOLÊNCIA SILENCIOSA que é o uso dos Agrotóxicos no Brasil, pois Larissa mostra como se ampliam, de forma ALARMANTE, as doenças, as tentativas de suicídio e as mortes dos agricultores, de seus familiares e de pessoas das comunidades que manipulam todo o veneno dessa forma de 'produzir' alimentos...

Não podemos nos iludir com procedimentos mágicos em nossas cozinhas, precisamos buscar uma sociedade saudável, baseada no cultivo de alimentos livres de agrotóxicos. Só assim, teremos qualidade de vida individual e coletiva.

Confira aqui o vídeo que apresenta os aprofundamentos a respeito dessa importante reflexão.



ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS