Quais as influências da menopausa na microbiota intestinal?


Quais as influências da menopausa na microbiota intestinal?

Publicado em 09/10/2018 às 14:33



O envelhecimento é marcado por muitas alterações celulares, que caracterizam o período com o aumento de sintomas e riscos de doenças, que interferem na qualidade de vida1,2.

Dentre as alterações, alguns estudos têm mostrado que o processo fisiológico denominado senescência celular gera mudanças na microbiota intestinal. Para mostrar esta correlação, uma recente análise realizada com mulheres menopausadas indicou mudanças na composição da microbiota intestinal – com aumento de bactérias patogênicas -, concomitante ao aumento de citocinas inflamatórias e desequilíbrios de hormônios que controlam nosso consumo energético, em comparação às mulheres que ainda não haviam entrado no período de menopausa. Os autores justificam este resultado pelas alterações hormonais que ocorrem durante este período – especialmente pelo aumento de estrona3.

Este mecanismo é sugerido como um dos gatilhos para o aumento no risco de doenças metabólicas durante o envelhecimento. Um estudo experimental, conduzido em modelo de menopausa, enfatizou as mudanças na microbiota, e correlacionou o quadro de disbiose com perturbações metabólicas que aumentam o risco de obesidade4.

Desta forma, a adequação dos hábitos alimentares é de grande importância para melhora da saúde intestinal. Um estudo realizado com mulheres menopausadas e obesas, orientadas ao aumento no consumo de fibras por 6 semanas, mostrou melhora da resistência à insulina e mudanças na microbiota intestinal. Vale ressaltar que as fibras apresentam papel prebiótico, aumentando a proliferação de bactérias benéficas em nosso organismo5.

Portanto, as alterações intestinais durante o envelhecimento são evidentes e a nutrição tem um papel fundamental em retardar estes processos, auxiliando no equilíbrio orgânico do paciente idoso.

Referências Bibliográficas:

1-HARO, C.; RANGEL-ZUNIGA, O.A.; ALCALÁ-DÍAZ, J.F. et al. Intestinal microbiota is influenced by gender and body mass index. PLoS One; 11(5):e0154090, 2016.

2-BAKER, J.M.; AL-NAKKASH, L.; HERBST-KRALOVETZ, M.M. Estrogen-gut microbiome axis: physiological and clinical imprications. Maturitas; 103:43-53, 2017.

3-SANTOS-MARCOS, J.A.; RANGEL-ZUNIGA, O.A.; JIMENEZ-LUCENA, R. et al. Influence of gender and menopausal status on gut microbiota. Maturitas; 116:43-53, 2018. 

4-MORENO-INDIAS,L.; SÁNCHEZ-ALCOHOLADO, L.; SÁNCHEZ-GARRIDO, M.A. et al. Neonatal androgen exposure causes persistent gut microbiota dysbiosis related to metabolic disease in adult female rats. Endocrinology; 157(12):4888-4898, 2016.

5-BRAHE, L.K.; LE CHATELIER, E.; PRIFFI, E. et al. Dietary modulation of the gut microbiota – a randomised controlled trial in obese postmenopausal women. Br J Nutr; 114(3): 406-17, 2015.

 


ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS