Alimentação saudável pode ajudar a melhorar a saúde da pele


Alimentação saudável pode ajudar a melhorar a saúde da pele

Publicado em 19/07/2018 às 20:32



Nossa pele é alvo de diversas reações inflamatórias que podem interferir em sua integridade, desencadeando sintomas indesejáveis ou doenças locais e sistêmicas. A alimentação saudável exerce importante impacto na saúde da pele, uma vez que diversos nutrientes e compostos bioativos atuam como protetores dérmicos1.

O ômega 3, por exemplo, é um nutriente muito estudado no que se refere à saúde da pele. Um recente estudo realizado com pacientes que apresentavam acnes indicou que o consumo de ômega 3 foi efetivo em melhorar a saúde da pele. Os autores reforçam que medicamentos usados para acne podem gerar efeitos colaterais, e o uso do ômega 3 poderia ser uma alternativa mais segura 2.

Algumas frutas também são propostas para melhorar as reações cutâneas. Um estudo que envolveu a administração de maracujá mostrou melhora na umidade da pele, resultado que foi justificado pela presença do piceatanol – composto bioativo encontrado na fruta3. Ainda em relação ao consumo de frutas, análises que envolvem o resveratrol – presente, principalmente, em frutas vermelhas e arroxeadas - enfatizam seu papel na redução de mediadores inflamatórios que prejudicam a integridade e predispõem ao envelhecimento da pele4.

O consumo de legumes e verduras também deve ser considerado. Um estudo conduzido em modelo animal mostrou que os compostos bioativos encontrados em brássicas – como o repolho, brócolis e couve-flor – reduzem a atividade de linhagens celulares que aumentam inflamação na pele5.

Desta forma, a alimentação equilibrada – com o consumo de gorduras boas, frutas, verduras e legumes – é determinante para a saúde da pele e redução de sintomas que incomodam grande parte da população.

Referências Bibliográficas

1-NOEL, S.E.; STONEHAM, A.C.; OLSEN, C.M. et al. Consumption of ômega-3 fatty acids and the risk of skin cancers: a systematic review and meta-analysis. Int J Cancer; 135(1):149-56, 2014.

2-MIRNEZAMI, M.; RAHIMI, H. Is oral ômega-3 effective in reducing mucocutaneous side effects of isotretionin in patients with acne vulgaris? Dermatol Red Pract; 2018. doi: 10.1155/2018/6974045.

3-MARUKI-UCHIDA, H.; MORITA, M.; YONEI, Y. et al. Effect of passion fruit seed extract rich in piceatannol on the skin of women: a randomized, placebo-controlled, double-blind trial. J Nutr Sci Vitaminol; 64(1):75-80, 2018.

4-RATZ LYKO, A.; ARCY, J. Reveratrol as na active ingrediente for cosmetic and dermatological applications: a review. J Cosmet Laser Ther; 8:1-7, 2018.

5-LEE, Y.; KIM, S.; YANG, B. et al. Anti-inflammatory effects of Brassica oleracea Var. capitata L. (cabbage) metanol extract in mice with contact dermatitis. Pharmacogn Mag; 14(54):174-179, 2018.

 


ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS