Quando começamos a perder colágeno na pele?


Quando começamos a perder colágeno na pele?

Publicado em 01/12/2021 às 17:19



O processo do envelhecimento cutâneo é complexo e depende de fatores intrínsecos e extrínsecos. Com o avançar da idade a pele que se apresentava radiante, firme e com tônus sofre mudanças estruturais profundas tanto na derme como na epiderme e, além disso, a espessura dérmica diminui de acordo com a perda da densidade de colágeno presente no tecido dérmico.

Saiba mais sobre a perda de colágeno na pele:


Quando começamos a perder colágeno na pele?

20 anos de idade, aproximadamente

Estudos mais recentes levantam a possibilidade de perda de colágeno já por volta dos 20 anos de idade.

1% do colágeno dérmico é o que homens e mulheres perdem, em média, por ano.

Até 30% de colágeno tipo I e III É o que mulheres na menopausa perdem, nos primeiros 5 anos da menopausa, desses 2 principais tipos de colágeno na pele.

Após esse período, a perda é de aproximadamente 2,1% por ano. 


A suplementação pode ajudar?

Uma metanálise* com um total de 1.125 participantes entre 20 e 70 anos (95% mulheres) mostrou resultados favoráveis da ingestão de colágeno hidrolisado, por 90 dias, em comparação com o placebo em: hidratação da pele, elasticidade e rugas, ajudando na redução do envelhecimento cutâneo.


Vale lembrar: para que a suplementação de colágeno seja eficaz, deve-se considerar a individualidade bioquímica e outros nutrientes fundamentais para a pele, além de boa saúde intestinal e emocional!


*Miranda et al. Int J Dermatol; 2021