Restaurantes fast-food e taxas mais altas de diabetes tipo 2


Restaurantes fast-food e taxas mais altas de diabetes tipo 2

Publicado em 01/12/2021 às 17:10



O diabetes causa morbidade e mortalidade substanciais entre todo o mundo. Números crescente de estudos têm sugerido que há forte ligação entre o ambiente que o indivíduo está inserido e a ocorrência ou não de desenvolver a doença.

Um estudo liderado por pesquisadores da NYU Grossman School of Medicine publicado no JAMA Network Open sugere que morar em bairros que tenham mais estabelecimentos do tipo fast-food em está associado a maior risco de desenvolver diabetes tipo 2.

O estudo contou com dado de 4.100.650 adultos sem diabetes tipo 2 que foram acompanhados durante 10 anos e a idade média dos participantes da coorte foi de 59 anos.

A densidade relativa de restaurantes fast-food foi positivamente associada a um risco aumentado de diabetes tipo 2 em todos os tipos de comunidade (urbanas, suburbanas e rurais). Os resultados também indicaram que a disponibilidade de mais supermercados, consequentemente com mais acesso a alimentos in natura, poderia ser uma proteção contra o desenvolvimento de T2D, particularmente em bairros suburbanos e rurais.

Referência bibliográfica:

RANIA K. et al, Longitudinal Analysis of Neighborhood Food Environment and Diabetes Risk in the Veterans Administration Diabetes Risk Cohort, JAMA Network Open (2021).