Pandemia da COVID-19 pode ser uma sindemia


Pandemia da COVID-19 pode ser uma sindemia

Publicado em 29/07/2021 às 11:42



Essa é uma informação retirada de um artigo publicado na prestigiada revista The Lancet pelo seu editor-chefe Richard Horton. Essa nova classificação é sustentada na afirmação de que o vírus não atua sozinho. Diversas doenças crônicas não transmissíveis, como hipertensão, obesidade, diabetes e doenças respiratórias, são importantes fatores de risco para complicações da COVID-19 e, considerando as elevadas taxas de incidência e mortalidade por doenças crônicas em países de baixa e média renda, esse cenário apresenta-se ainda mais agravado nessas populações.

 

Por isso, é sugerido que a COVID-19 não seja uma pandemia, e sim uma sindemia, devido às interações com diversas condições pré-existentes e a taxa desproporcional de resultados adversos em populações de baixa renda.

 

Essa nova classificação atenta para a necessidade de políticas voltadas para a redução das desigualdades sociais e programas em saúde pública voltados para controle das doenças crônicas. Isso é importante, pois essas disparidades sociais podem fazer com que as infecções por COVID-19 perpetuem ainda por muitos anos.

 

Referência: Horton, R. Offline: COVID-19 is not a pandemic. The LANCET; 396(10255): P874, 2020.