Vegetarianismo e inflamação


Vegetarianismo e inflamação

Publicado em 16/12/2019 às 15:20



O vegetarianismo é definido como um perfil alimentar caracterizado pela abstenção do consumo de alimentos de origem animal.  Esse padrão, apresenta exclusivamente o maior consumo de frutas, vegetais, grãos, nozes, sementes e legumes, sendo assim, comparado com os padrões alimentares não vegetarianos, possui naturalmente maior concentração de fitoquímicos e algumas vitaminas.

Além do vegetarianismo existem diversas classes de dietas que são baseadas na exclusão de produtos de origem animal, indivíduos que omitem todos os produtos de origem animal são classificados como veganos, enquanto aqueles que incluem ovos e laticínios são referidos como ovo-lacto-vegetariano. Esses padrões alimentares são protetores contra muitas doenças crônicas, como doença coronariana, diabetes mellitus tipo 2 e alguns tipos de câncer, além disso, estão associados a diminuição da mortalidade.

Recentemente, pesquisadores de uma Universidade Australiana publicaram uma revisão sistemática e meta-análise com o objetivo de determinar a relação entre padrões alimentares baseados em vegetarianismo, marcadores inflamatórios e imunológicos. A pesquisa nas bases de dados PubMed, Medline e Cochrane gerou um resgate de trinta estudos observacionais e dez de intervenção, que foram incluídos na revisão. Como resultado das pesquisas, os autores observaram que efeitos combinados de padrões alimentares vegetarianos foram associados a concentrações significativamente menores de proteína C reativa, fibrinogênio e leucócitos totais, quando comparados com padrões alimentares não vegetariano.

Assim, concluíram que os padrões alimentares baseados em vegetarianos apresentam perfis inflamatórios favoráveis devido a maior concentração de fitoquímicos presentes na dieta, pois estão associados a concentração sérica reduzidas de marcadores inflamatórios e imunológicos.

Referência bibliográfica:

CRADDOCK, J.C.; NEALE, E.P.; PEOPLES, G.E.; et al. Vegetarian-Based Dietary Patterns and their Relation with Inflammatory and Immune Biomarkers: A Systematic Review and Meta-Analysis. Advances in Nutrition; 10(3): 433-451, 2019.