Atividade física e envelhecimento: Do músculo ao cérebro


Atividade física e envelhecimento: Do músculo ao cérebro

Publicado em 10/09/2019 às 09:14



O envelhecimento é compreendido como um processo individual, cultural e social e não pode ser avaliado apenas pela idade, mas sim a partir de um ponto de vista biológico, psicológico e social. O envelhecimento saudável baseia-se em cinco pilares, que são dieta saudável, atividade física regular, inserção social, saúde emocional e controle de doenças. Resumidos no mesmo conceito como “hábitos de vida saudável”. 

O processo de envelhecimento pode se agravar na proporção em que o indivíduo não realiza atividade física, trazendo efeitos fisiológicos como perda de massa óssea (osteopenia) e diminuição da massa muscular (sarcopenia), gerando uma fragilidade musculoesquelética, que proporciona a perda no estilo de vida independente e mais saudável. A atividade física é uma das práticas mais eficientes, acessíveis e seguras na busca por um envelhecimento saudável. Quando bem orientada e realizada regularmente, pode acarretar em diversos benefícios à saúde como aumento da autonomia e bem-estar, aumento da massa muscular e óssea, redução adiposa, estímulo ao metabolismo, combate ao processo inflamatório e redução de doenças crônicas não transmissíveis.

Além dos aspectos físicos e biológicos, a atividade física também apresenta melhorias em aspectos cognitivos e sociais. Com isso, sabe-se que a prática diária de forma regular pela população idosa, contribui de forma positiva nas capacidades mentais, funcionais e do retardo do processo de envelhecimento, favorecendo, assim, ao alcance de forma saudável à longevidade. Quer saber mais sobre o tema? Não perca a palestra “Atividade Física e Envelhecimento: do Músculo ao Cérebro” apresentada pela Sandra Matsudo no XV Congresso Internacional de Nutrição Funcional, que acontecerá nos dias 12, 13 e 14 de setembro no Centro de Convenções Frei Caneca, em São Paulo! Garanta já a sua vaga!

Referências bibliográficas:

  1. LANGHAMMER, B. et al. The importance of physical activity exercise among older people. Biomed Res Int; 2018: 7856823, 2018.
  2. MUSICH, S. et al. The frequency and health benefits of physical activity for older adults. Popul Health Manag; 20(3): 199-207, 2017.