Avocado e redução da inflamação


Avocado e redução da inflamação

Publicado em 20/08/2019 às 07:33



Sabe-se que refeições ricas em gorduras saturadas e carboidratos refinados elevam as concentrações sanguíneas de glicose, de triacilglicerídos e de ácidos graxos livres. Essa alteração, que recebe o nome de dismetabolismo pós-prandial, acarreta no excesso de radicais livres e induz ao aumento da inflamação e disfunção endotelial. Tais desequilíbrios pós-prandiais, caso ocorram várias vezes ao dia, podem criar um ambiente propício para o aumento do risco de doenças cardiovasculares. Neste sentido, parece que, devido a sua composição favorável à saúde, alguns alimentos podem atenuar os efeitos pró-oxidativos e inflamatórios de refeições hipercalóricas e hiperlipídicas1.

O avocado é um fruto rico em ácidos graxos monoinsaturados (principalmente ácido oleico) e antioxidantes (como vitamina E, carotenoides e polifenóis). Seu consumo tem sido associado com melhores respostas glicêmica e insulinêmica após o consumo de uma refeição típica ocidental1. Por esse motivo, o interesse pelo estudo dos efeitos antioxidante e anti-inflamatório do avocado tem aumentado. No estudo piloto desenvolvido por Li et al., o efeito pós-prandial da adição de avocado a um hambúrguer sobre parâmetros inflamatórios e de vasodilatação foram investigados. Onze indivíduos saudáveis consumiram, em ocasiões distintas, duas refeições: 250g de hambúrguer sozinho (436kcal e 25g de gordura) ou acompanhado de 68g de avocado (que conferiu um aumento calórico de 114kcal e 11g de gordura). Como resultado, foi encontrado um aumento da vasoconstrição 2 horas após a ingestão do hambúrguer, o que não ocorreu quando a refeição foi consumida junto com o avocado. Foi observado, ainda, menor ativação do NF-kappaB e menores níveis de interleucina-6 quando o hambúrguer foi consumido junto do abacate2. Os resultados deste estudo apontam para os benefícios do avocado na atenuação dos desequilíbrios desencadeados por uma refeição hiperlipídica e hipercalórica.

Referências bibliográficas:

  1. Wien, M.; Haddad, E.; Oda, K. et al. A randomized 3×3 crossover study to evaluate the effect of Hass avocado intake on post-ingestive satiety, glucose and insulin levels, and subsequent energy intake in overweight adults. Nutr J; 12:155, 2013.
  2. Li, Z.; Wong, A.; Henning, S.M. et al. Hass avocado modulates postprandial vascular reactivity and postprandial inflammatory responses to a hamburger meal in healthy volunteers. Food Funct; 4(3): 384-91, 2013.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS