Consumo de alimentos ou suplementos antioxidantes: O que é melhor?


Consumo de alimentos ou suplementos antioxidantes: O que é melhor?

Publicado em 15/07/2019 às 17:24



Os benefícios dos compostos antioxidantes (como polifenóis, carotenoides e glicosinolatos) já são bem conhecidos, sendo observadas associações positivas entre o seu consumo via dieta e o menor risco de doenças crônicas como diabetes tipo 2, câncer, doenças cardiovasculares e neurodegenerativas1. Dentro desse cenário, surge a indagação dos suplementos – o que é melhor, consumir os compostos antioxidantes via alimentação ou suplementação?

Com relação aos polifenóis, é mostrado que a hesperedina, um dos principais flavonoides presentes em frutas cítricas, modula a expressão de um maior número de genes com ação anti-inflamatória e anti-aterogênica quando consumida a partir do suco de laranja, em comparação ao seu consumo isolado via suplementação2. Para os glicosinolatos, estudo aponta que o sulforafano é acentuadamente mais biodisponível quando consumido a partir do broto de brócolis, em comparação à suplementação do composto3. Sobre os carotenoides, refere-se que os efeitos benéficos do β-caroteno e licopeno sobre o risco de câncer acontecem em doses baixas, equivalentes às encontradas em uma dieta habitual, sendo que doses altas frequentemente alcançadas via suplementação associam-se com danos pró-oxidativos ao DNA4. Portanto, ressalta-se a importância da matriz alimentar como um todo, que vai fornecer muito além de um nutriente antioxidante específico, e sim, diversos nutrientes e compostos que agem em sinergia e auxiliam na manutenção da saúde e prevenção de doenças.

Referências bibliográficas:

  1. KIM, Y.; JE, Y. Flavonoid intake and mortality from cardiovascular disease and all causes: A meta-analysis of prospective cohort studies. Clin Nutr ESPEN; 20: 68-77, 2017.
  2. MILENKOVIC, D.; DEVAL, C.; DUBRAY, C. et al. Hesperidin displays relevant role in the nutrigenomic effect of orange juice on blood leukocytes in human volunteers: a randomized controlled cross-over study. PLoS One; 6(11): e26669, 2011.
  3. CLARKE, J.D.; HSU, A.; RIEDL, K. et al. Bioavailability and inter-conversion of sulforaphane and erucin in human subjects consuming broccoli sprouts or broccoli supplement in a cross-over study design. Pharmacol Res; 64(5): 456-63, 2011.
  4. LOWE, G.M.; BOOTH, L.A.; YOUNG, A.J. et al. Lycopene and beta-carotene protect against oxidative damage in HT29 cells at low concentrations but rapidly lose this capacity at higher doses. Free Radic Res; 30(2): 141-51, 1999.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS