Risco de anemia em atletas - o que devo considerar?


Risco de anemia em atletas - o que devo considerar?

Publicado em 22/02/2019 às 11:03



Deficiência de ferro tem sido reportada por diversos atletas, sendo este quadro justificado pelas alterações fisiológicas que ocorrem de acordo com o tipo de exercício realizado. Como fatores desencadeantes, a literatura cita: sudorese excessiva, hemólise, hematúria e alterações intestinais1.

Neste contexto, um recente estudo realizado com atletas de elite indicou correlações entre sessões de treinamento de alta intensidade e redução nos níveis de ferro, aumentando o risco de anemia. Além deste parâmetro, os autores também observaram aumento nos níveis de hepcidina – um peptídeo regulador da homeostase de ferro, que em níveis aumentados pode diminuir sua biodisponibilidade2.

Em fase de competição, há maior tendência às deficiências nutricionais, incluindo a deficiência de ferro. Uma análise realizada com atletas de ambos os gêneros, observou-se maior prevalência de deficiência de ferro, e maior necessidade de reposição, durante o período competitivo. Os autores verificaram redução nas concentrações de ferritina – fato que contribuiu com este diagnóstico, uma vez que esta proteína é responsável pelo armazenamento de ferro.  Durante este período, notou-se redução de 20% nas concentrações de ferritina, que foram recuperadas no final da fase competitiva3.

Embora este perfil seja observado em atletas de ambos os gêneros, mulheres estão mais predispostas aos riscos da deficiência de ferro, dado que pode ser justificado pelas demandas hormonais, especialmente do ciclo menstrual4.

Portanto, avaliação de deficiências de ferro em atletas deve ser considerada, podendo interferir positivamente na performance esportiva e qualidade de vida.

Referências Bibliográficas:

1-DESBROW, B.; BURD, N.A.; TARNOPOLSKY, M. et al. Nutrition for special populations: young, female, and másters atheletes. Int J Sport Nutr Exerc Metab; 15:1-8, 2019.

2-BAUER, P.; ZEISSLER, S.; WALSCHEID, R. et al. Acute effects of high-intensity exercise on hematological and iron metabolic parameters in elite mae and female dragon boating athletes. Phys Sportsmed; 46(3):335-341, 2018.

3-CLARKE, A.C.; ANSON, J.M.; DZIEDZIC, C.E. et al. Iron monitoring of male and female rugby sevens players over an international season. J Sports Med Phys Fitness; 58(10):1490-1496, 2018.

4-SANDSTROM, G.; RODJER, S.; JACOBSSON, S. et al. Increased level of serum hepcidin in female adolescente athletes. Clin J Sport Med; 28(2):180-183, 2018.


ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS