Benefícios da lichia


Benefícios da lichia

Publicado em 11/12/2018 às 07:46



A lichia é uma fruta muito apreciada, especialmente nesta época do ano, que favorece a sua produção. Além de suas características marcantes em termos de sabor, a lichia apresenta altas concentrações de nutrientes e compostos bioativos, que ajudam a reduzir o risco de diversos sintomas e doenças1,2.

Análises de fitoquímicos mostram que a lichia apresenta altas concentrações de compostos fenólicos, justificando sua atuação antioxidante. Por este efeito, um recente estudo realizado em cultura celular de câncer de cólon indicou que a administração da lichia foi responsável por reduzir a viabilidade de crescimento das células, atrapalhando seu ciclo celular e consequente crescimento2,3.

Em outra análise em modelo celular de hepatócitos induzidos ao processo de fibrose, observou-se que a administração da lichia reduziu esta condição por meio da inibição de fatores de transcrição que aumentam citocinas inflamatórias – como fator nuclear kappa B (NFk-B) -, reduzindo a sinalização inflamatória, considerada como um dos gatilhos para o processo ocorrer4.

Ainda neste contexto metabólico, um recente estudo conduzido em modelo animal indicou que extrato da lichia é capaz de modular alguns genes associados ao metabolismo lipídico. Dentre os benefícios, constatou-se redução da expressão de microRNAs responsáveis pela atividade da enzima HMG-CoA redutase – enzima limitante para a biossíntese de colesterol. Desta forma, os autores sugerem a lichia como uma estratégia para reduzir desordens lipídicas como a hipercolesterolemia e aterosclerose5.

Entretanto, é importante considerar as limitações em estudos clínicos, que dificultam estabelecer, quantitativamente, o ideal de consumo para, de fato, obtermos estes benefícios. Vale ressaltar que não há um alimento milagroso, e sim a sinergia entre alimentos e seus respectivos nutrientes, que otimizam vias metabólicas, favorecendo nosso equilíbrio orgânico.

Referências Bibliográficas:

1-IBRAHIM, S.R.; MOHAMED, G.A. Litchi chinensis: medicianal uses, phytochemistry, and pharmacology. J Ethnopharmacol; 174:492-513, 2015.

2-EMANUELE, S.; LAURICELLA, M.; CLAVERUSO, G. et al. Litchi chinensis as a functional food and a source of antitumor compounds: an overview and a description of biochemical pathways. Nutrients; 9: E992, 2017.

3-EMANUELE, S.; NOTARO, A.; PALUMBO PICCIONELLO, A. et al. Sicilian litchi fruit extracts induce autophagy versus apoptosis switch in human colon cancer cells. Nutrients; 10:E1490, 2018.

4-QUIN, G.J.; ZHAO, Y.Z.; LIU, Y.X. et al. Study on the effects of total flavonoids from litchi nucleus on nuclear translocations of nuclear factos-kappa B and related protein expression. In rat hepatic stellate cell. Zhonghua Gan Zang Bing Za Zhi; 26(7):535-539, 2018.

5-RONG, S.; ZHAO, S.; KAI, X. et al. Procyanidins extracted from the litchi pericarp attenuate atherosclerosis and hyperlipidemia associated with consumption of a high fat diet in apolipoprotein- E Knockout mice. Biomed Pharmacother; 97:1639-1644, 2018.


ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS