Bolo biodiverso


Bolo biodiverso

Publicado em 10/01/2017 às 12:25





Nada melhor que aproveitar o ano que se inicia para valorizar a nossa rica biodiversidade! Sugerimos uma receita diferente e bem brasileira, um bolo “biodiverso”, enriquecido com alimentos regionais de todos os cantos do Brasil:

- A mandioca, tão cultivada e utilizada na culinária do norte do país, uma rica fonte de energia, além de minerais e vitaminas do complexo B, essenciais para o desenvolvimento humano;

- A araruta, uma raiz muito encontrada na região nordeste, que também representa uma fonte energética de boa digestibilidade e livre glúten, sendo uma ótima alternativa para pessoas celíacas ou com sensibilidade ao glúten, com o adicional de conter diversos minerais importantes para a saúde, como magnésio, zinco, ferro, cálcio e manganês;

- As castanhas de baru, típicas da região centro-oeste, ricas em proteínas,  minerais e ômega-3 (um tipo de gordura do bem), que vão contribuir para o funcionamento do organismo e manutenção de uma boa saúde;

- A amora, da família das frutas vermelhas, muito encontrada na região sudeste, riquíssima em compostos ativos como os flavonoides, que são potentes antioxidantes e anti-inflamatórios, ajudando a diminuir o risco de diversas doenças, como obesidade, doenças do coração, do fígado e do cérebro, além de nos proteger contra o envelhecimento precoce;

- Feijoa, uma fruta típica da região sul do país, possui gorduras boas, fibras, cálcio, fósforo, vitaminas do complexo B e vitamina C, importantes para as funções de nossas células e órgãos, contribuindo para o equilíbrio corporal e manutenção da saúde.

Bolo “biodiverso”

Ingredientes

1 xícara (chá) de farinha de arroz

1 xícara (chá) de fécula de mandioca

½ xícara (chá) de farinha de araruta

3 colheres (sopa) de castanhas de baru torradas e trituradas

3 ovos caipiras orgânicos

1 xícara (chá) de açúcar demerara orgânico

3 colheres de óleo de coco

1 xícara (chá) de suco de feijoa

1 colher de sopa de fermento em pó

Cobertura: Calda de amora caseira

Modo de preparo: misture as farinhas e as castanhas de baru e reserve. Bata os ovos, o açúcar, o óleo de coco; acrescente o suco de amora e misture aos poucos com as farinhas. Acrescente o fermento. Despeje a massa em uma forma pré-untada com óleo de coco e leve ao forno pré-aquecido (180ᵒC por 15 minutos) por 35-40min aproximadamente (deixar dourar e fazer o teste do palito, espetando-o no bolo: o palito deve sair “limpo”). Desenforme, deixe esfriar e cubra com a calda de amora.

Referências bibliográficas:

CARVALHO, A.V.; SECCADIO, L.L.; FERREIRA, T.F. Obtenção e avaliação físico-química e sensorial de de "chips" de mandioca submetidos a pré-tratamentos. Revista de Ciências Agrárias; 53(2):182-187, 2010.

KNUPP, V.F.; LORENZI, H. Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil. São Paulo: Instituto Plantarum de Estudos da Flora, 2014.

MADINENI, M.N. et al. Morphological, Structural, and Functional Properties of Maranta (Maranta arundinacea L) Starch. Food Science And Biotechnology; 21(3): 747-752, 2012.

MANRÍQUEZ-TORRES, J. et al. Effect of Thermoultrasound on the Antioxidant Compounds and Fatty Acid Profile of Blackberry (Rubus fruticosus spp.) Juice. Molecules; 21(12):1624, 2016.


ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS