Panqueca de shiitake ao sugo


Panqueca de shiitake ao sugo

Publicado em 09/11/2016 às 12:21





Acredita-se que a cúrcuma ou açafrão-da-terra (Curcuma longa) tenha surgido há pelo menos 2.500 anos, na Índia Ocidental. Em sua composição química está registrada a presença de até 3,5% de óleo essencial rico em sesquiterpenos oxigenados. Além disso, apresenta em sua composição uma substância amarelo-avermelhada, a curcumina, seu principal constituinte ativo, que auxilia na prevenção e no tratamento de várias doenças crônicas, entre elas o câncer, a obesidade, a síndrome metabólica, além das doenças cardíacas e neurodegenerativas. A cúrcuma é usualmente encontrada em pó ou seca para venda e está presente no famoso “curry”, condimento muito usado na gastronomia indiana. A especiaria deve ser armazenada em locais secos e em temperatura ambiente. O açafrão em pó pode ser acrescentado em outras preparações como arroz integral, risotos, peixe assado, frango cozido, tortas salgadas, molhos, cremes, sopas e cuscuz1-3.

O ovo é fonte de colina, vitaminas A, E, B12, D, K e ácido fólico, e a gema contém luteína e zeaxantina de alta biodisponibilidade. Um estudo mostrou que o consumo de ovo pode aumentar as concentrações de luteína e zeaxantina na retina e no pigmento macular, sem efeitos negativos sobre os níveis de colesterol. Outro estudo também verificou que a ingestão de ovo pode elevar os níveis de adiponectina, o que pode reduzir o risco de obesidade4-6. Estudos atuais vêm mostrando que a curcumina pode ser eficaz contra o desenvolvimento de esteatose hepática e a sua progressão para hepatite-gordurosa.7

 A abobrinha (Curcubita pepo L.) é rica em micronutrientes como potássio, cálcio, magnésio, fósforo, vitaminas do complexo B e fitoquímicos com capacidade antioxidante, como os carotenoides. Além disso, sua casca é fonte de fibras dietéticas8.

A cebola roxa apresenta maior conteúdo de compostos fenólicos como quercetina e antocianinas, comparada à cebola branca9. Devido à sua composição, a cebola roxa pode ter ação antioxidante e efeito benéfico sobre a redução do colesterol10, sendo uma alternativa para o tratamento das dislipidemias11.

Os grãos da pimenta-do-reino branca (Piper nigrum) são originalmente verdes. Os grãos geralmente são deixados de molho em água, e sua casca é removida; em seguida, os grãos são expostas ao sol para secagem, sendo utilizadas posteriormente para o consumo. A pimenta-do-reino apresenta em sua composição piperina e capsaicina, fitoquímicos com capacidade antioxidante12.

A castanha-do-Brasil (Bertholletia excelsa) apresenta altos teores de selênio e, folato e compostos bioativos, como alfa- e gama-tocoferóis, além de ácidos graxos poli-insaturados, os quais apresentam ação antioxidante. Estudo realizado por Maranhão et al.13 mostrou que a ingestão da castanha (3 a 5 unidades por dia, ou 15-25g por dia) melhorou o perfil lipídico e a função microvascular de adolescentes obesos.

A semente de chia (Salvia hispanica L.) também apresenta propriedades funcionais. Por conter alto teor de ômega-3, ela também atua na prevenção de doenças crônicas, principalmente as cardiovasculares14,15.

Alguns cogumelos, como o shiitake (Lentinula edodes), têm sido estudados devido a seus efeitos sobre a redução do risco de câncer e dos efeitos colaterais durante o tratamento do câncer16,17. Okuno e Uno18 avaliaram os efeitos da administração oral de extrato de shiitake em pacientes com câncer de estômago e colorretal avançado submetidos a quimioterapia e sugeriram que o uso do extrato possivelmente reduz os efeitos adversos causados pelo tratamento, comparado ao grupo que não recebeu o extrato. No entanto, mais estudos em humanos devem ser realizados para comprovar tal efeito.     

O azeite de oliva extravirgem é fonte de fitoesteróis e de ácidos graxos monoinsaturados, especialmente o ômega-9, que também atuam na redução do risco de doenças cardiovasculares19.

O tomate (Solanum lycopersicum) é uma importante fonte de nutrientes como vitamina C, potássio, ácido fólico e compostos bioativos, como os carotenoides, tais como o licopeno. Muitos estudos têm relacionado o consumo do tomate e seus derivados com a redução do risco de várias doenças crônicas, como obesidade, hiperglicemia, hipercolesterolemia, doenças cardiovasculares e câncer, principalmente câncer de próstata, devido a sua ação antioxidante e na modulação da expressão gênica20,21.

O alho (Allium sativum) tem mostrado atuar na redução da pressão arterial. Estudo realizado por Ashraf et al.22 mostrou que o consumo de 300-1500mg de alho por dia durante 24 semanas teve melhor efeito na diminuição tanto da pressão arterial sistólica como da diastólica, comparado aos indivíduos do grupo que recebeu atenolol e placebo. Então é considerada como uma opção de tratamento complementar para a hipertensão, colesterol ligeiramente elevada, e a estimulação da imunidade.23

Por fim, o manjericão (Ocimum basilicum L.) apresenta em sua composição óleos essenciais e linalol, composto mais abundante da planta, os quais possuem ações antioxidante, bactericida e fungicida24.

 Ingredientes para a massa:

Sal a gosto

1 colher (chá) rasa de cúrcuma

2 colheres (sopa) de vinagre branco

2 ovos inteiros

1 colher (sopa) de óleo de girassol

 Modo de preparo:

Em um recipiente, adicionar o sal, a cúrcuma e o vinagre e diluir. Adicionar os ovos e misturar com um garfo ou fuê até aparecerem as primeiras bolhas de ar. A mistura deve ficar homogênea e não apresentar bolhas ao final.

Aquecer uma frigideira plana de aproximadamente 30cm, untada com óleo de girassol. Depois de aquecida, colocar de uma só vez a mistura e espalhar o conteúdo de maneira uniforme pela frigideira. Com uma espátula, levantar e conferir se a massa está desgrudando do fundo da frigideira. Manter a massa na frigideira até que apresente coloração ligeiramente dourada. Se desejar, dourar de ambos os lados e reservar.

Ingredientes para o recheio:

1 colher (sopa) de azeite de oliva extravirgem ou óleo de gergelim torrado

¼ cebola roxa picada

1 xícara (chá) de shiitake ou shimeji

1 xícara (chá) de abobrinha ralada no ralo grosso

1 pitada de sal e de pimenta-do-reino branca moída

1colher (sopa) de castanha-do-Brasil triturada

1 colher (chá) de semente de chia

Salsa e cebolinha a gosto (ou a erva aromática de sua preferência)

Modo de preparo:

Refogar todos os ingredientes juntos por aproximadamente 5 minutos, mexendo sempre.

Ingredientes para o molho:

1 dente de alho

1 colher (sopa) de azeite de oliva extravirgem ou óleo de girassol

1 xícara (chá) de tomate sem pele e sem semente

1 pitada de sal

1 pitada de pimenta-do-reino branca moída

Folhas de manjericão

Modo de preparo:

Esmagar o alho e adicioná-lo na frigideira aquecida com o azeite de oliva ou o óleo de girassol. Refogar o alho até dourá-lo ligeiramente. Adicionar o tomate e cozinhar por aproximadamente 8 minutos. Adicionar o sal, a pimenta e o manjericão.

Montagem:

Em uma superfície plana, colocar a massa e, em seguida, o recheio.

Enrolar a panqueca e cobrir com o molho.

Levar ao forno para aquecer.

 Referências bibliográficas

  1. ARAUJO, C.A.C.; LEON, L.L.Biological activities of Curcuma longa Mem Inst Oswaldo Cruz; 96 (5): 723-728, 2001.
  2. MING-XIANG, Y.; LI, Y.; YIN, H. et al. Curcumin: update molecular mechanisms and intervention targets in human lung cancer. Int J Mol Sci; 13 (3): 3959-3978, 2012.
  3. JURENKA, J.S. Anti-inflammatory properties of curcumin, a major constituent of Curcuma longa: a review of preclinical and clinical research. Alt Med Rev; 14 (2): 2009.
  4. PATTERSON, K.Y.; BHAGWAT, S.A.; WILLIAMS, J.R. et al. USDA Database for the Choline Content of Common Foods, Disponível em: . Acesso em: 14/03/2014.
  5. WENZEL, A.J.; GERWECK, C.; BARBATO, D. et al. A 12-wk egg intervention increases serum zeaxanthin and macular pigment optical density in women. J Nutr; 136 (10): 2568-73, 2006.
  6. RATLIFF, J.C.; MUTUNGI, G.; PUGLISI, M.J. et al. Eggs modulate the inflammatory response to carbohydrate restricted diets in overweight men. Nutr Metab; 5 (6): 2008.
  7. RAHMANI, Sepideh et al. Treatment of Non-alcoholic Fatty Liver Disease with Curcumin: A Randomized Placebocontrolled Trial. Phytotherapy Research. 30(9): 1540-8, 2016
  8. NYAM, K.L.; LAU, M.; TAN, C.P. et al. Fibre from pumpkin (Curcubita pepo) seeds and rinds: physic-chemical properties, antioxidant capacity and application as bakery product ingredients. Malays J Nutr; 19 (1): 99-109, 2013.
  9. PÉREZ-GREGORIO, R.M.; GARCÍA-FALCÓNA, M.S.; SIMAL-GÁNDARA, J. et al. Identification and quantification of flavonoids in traditional cultivars of red and white onions at harvest. J Food Composition Anal; 23 (6): 592-598, 2010.
  10. EBRAHIMI-MAMAGHANI, M.; SAGHAFI-ASL, M.; PIROUZPANAH, S. et al. Effects of raw red onion consumption on metabolic features in overweight or obese women with polycystic ovary syndrome: a randomized controlled clinical trial. J Obstet Gynecol Res; 40 (4): 1067-1076, 2014.
  11. RIED, K.; TOBEN, C.; FAKLER, P. Effect of garlic on serum lipids: an updated meta-analysis. Nutr Rev; 71 (15): 282-299, 2013.
  12. ZANCANARO, R.D. Pimentas: tipos, utilização na culinária e funções no organismo. 43 p. Monografia (Especialização em Gastronomia e Saúde) –Universidade de Brasília, Brasília, 2008.
  13. MARANHÃO, P.A.; KRAEMER-AGUIAR, L.G.; DE OLIVEIRA, C.L. et al. Brazil nuts intake improves lipid profile, oxidative stress and microvascular function in obese adolescents: a randomized controlled trial. Nutr Metab; 8 (1): 32, 2011.
  14. MOHD, A.N.; YEAP, S.K.; HO, W.Y. et al. The promising future of chia, Salvia hispanica J Biomed Biotechnol; 2012.
  15. MUNÕZ, L.A.; COBOS, A.; DIAZ, O. et al. Chia seed (Salvia hispanica): an ancient grain and a new functional food. Food Rev Int; 29 (4): 2013.
  16. XU, T.; BEELMAN, R.B.; LAMBERT, J.D. et al. The cancer preventive effects of edible mushrooms. Anticancer Agents Med Chem; 12 (10): 1255-63, 2012.
  17. TANAKA, K.; ISHIKAWA, S.; MATSUI, Y. et al. Oral ingestion of Lentinula edodes mycelia extract inhibits B16 melanoma growth via mitigation of regulatory T cell-mediated immunosuppression. Cancer Sci; 102 (3): 516-521, 2011.
  18. OKUNO, K.; UNO, K. Efficacy of orally administered Lentinula edodes mycelia extract for advanced gastrointestinal cancer patients undergoing cancer chemotherapy; a pilot study. Asian Pac J Cancer Prev; 12 (7): 1671-1674, 2011.
  19. MAYNERIS-PERXACHS, J.; SALA-VILA, A.; CHISAGUANO, M. et al. Effects of 1-year intervention with a Mediterranean diet on plasma fatty acid composition and metabolic syndrome in a population at high cardiovascular risk. PLoS One; 9 (3): e85202, 2014.
  20. PERVEEN, R.; SULERIA, H.A.; ANJUM, F.M. et al. Tomato (Solanum lycopersicum) carotenoids & lycopenes chemistry; metabolism, absorption, nutrition and allied health claims – a comprehensive review. Crit Rev Food Sci Nutr; 2013.
  21. CORTÉS-OLMOS, C.; LEIVA-BRONDO, M.; ROSELLÓ, J. et al. The role of traditional varieties of tomato as sources of functional compounds. J Sci Food Agric; 2014.
  22. ASHRAF, R.; KHAN, R.A.; ASHRAF, I. et al. Effects of Allium sativum (garlic) on systolic and diastolic blood pressure in patients with essential hypertension. Pak J Pharm Sci; 28 (5): 859-863, 2013.
  23. RIED, Karin. Garlic Lowers Blood Pressure in Hypertensive Individuals, Regulates Serum Cholesterol, and Stimulates Immunity: An Updated Meta-analysis and Review. The Journal Of Nutrition;146(2): 389-396, 2016
  24. HUSSAIN, A.I.; ANWAR, F.; HUSSAIN SHERAZI, S.T. et al. Chemical composition, antioxidant and antimicrobial activities of basil (Ocimum basilicum) essential oils depends on seasonal variations. Food Chem; 108 (3): 986-995, 2008.

ASSINE NOSSA NEWSLETTER E RECEBA PROMOÇÕES E CONTEÚDOS EXCLUSIVOS