VP - Nutrição Funcional

Blog Oficial - www.vponline.com.br

Oleaginosas – Importantes Aliados a nossa Saúde

As oleaginosas (amendoim, castanha do Brasil, castanha de caju, avelã, amêndoas, nozes, pistache, etc.) podem exercer diversos benefícios a nossa saúde, quando ingeridas em associação a uma alimentação saudável. Seu papel benéfico é devido sua composição, pois são ricas em ácidos graxos monoinsaturados que auxiliam o controle dos triglicérides, do colesterol total, do LDL-c (colesterol ruim), desta forma diminuindo o risco de desenvolvimento de doenças do coração. Além disso, as oleaginosas são ricas em outros nutrientes essenciais para o equilíbrio do nosso organismo, como a vitamina E, selênio e manganês, que exercem diversas funções em nosso organismo, além de atuarem como potentes antioxidantes, removendo os radicais livres produzidos em excesso pelo nosso organismo. As oleaginosas também são ricas em magnésio, que participa de inúmeros processos em nosso organismo, como a adequada entrada de cálcio nos ossos, contração muscular, ação antiinflamatória, e regulação da pressão arterial. A arginina, também presente em quantidades interessantes nas oleaginosas, atua como importante vasodilatador, contribuindo para a redução do risco de desenvolvimento de doenças do coração.

Estudos indicam também que devido aos seus nutrientes, as oleaginosas auxiliam a destoxificação de toxinas, além de auxiliar a recuperação de danos celulares, e por estes mecanismos, podem atuar como importantes ferramentas na prevenção do câncer. Além disso, o consumo destes alimentos auxilia no fortalecimento de ossos e músculos, pois são ricos em magnésio e manganês, que auxiliam na manutenção da estrutura e equilíbrio da massa óssea e muscular.

As oleaginosas podem também ser importantes coadjuvantes na prevenção e tratamento da obesidade, pois pela sua qualidade nutricional, auxiliam o reequilíbrio orgânico, melhoram a resposta de destoxificação, que elimina toxinas causadoras do aumento de peso e obesidade, além de serem antiinflamatórias. Ou seja, a soma destes fatores e ações auxilia o emagrecimento.

Entretanto, as oleaginosas devem ser introduzidas na alimentação com cautela, pois existem pessoas hipersensíveis às oleaginosas, podendo levar ao aparecimento de alguns sintomas como baixa da imunidade, acne, aparecimento de herpes, etc. A quantidade também dependerá dos outros componentes da alimentação, pois é preciso equilibrar a quantidade de nutrientes e proporção entre as gorduras saturadas, monoinsaturadas e poliinsaturadas. Normalmente uma variedade de 5 castanhas ao dia já traz muitos benefícios, entretanto, em uma única castanha-do-Brasil já possui a quantidade de selênio necessária para todo o dia, então, o ideal seria uma variedade entre as oleaginosas e não o consumo de uma fonte única.

As oleaginosas são muito versáteis e combinam com qualquer sabor. Por exemplo, podemos fazer algum bolo integral com nozes, ou picar e adicionar ao arroz junto com uva passas, ou consumir em conjunto com frutas, ou até mesmo uma porção de oleaginosas sortidas, que pode ser um dos lanches intermediários do dia-a-dia.  Ou seja, o que vale é a criatividade para colocar as oleaginosas na nossa alimentação!

4 Respostas para Oleaginosas – Importantes Aliados a nossa Saúde »»


Comentário

  1. Comentário de Rossiane Pereira | 03/05/2009 em 11:34:46

    Ola….bom dia

    Gostaria que voces me indicassem alguns livros que falam sobre as oleaginosas.

    Desde já agradeço

    Rossiane

  2. VP
    Comentário de VP | 06/05/2009 em 11:13:59

    Olá Rossiane, como vai?

    Infelizmente não existe um livro específico sobre propriedades nutricionais das oleaginosas. Você pode encontrar algumas informações em livros de receitas elaboradas por nutricionistas, e em alguns livros de nutrição clínica que apontam seu uso benéfico em algumas doenças, mas informações específicas sobre as oleaginosas você pode encontrar em artigos científicos.

    Caso você seja da área da saúde, você pode encontrar estes artigos utilizando as base de dados “Scielo” (www.scielo.br) e Pubmed (www.pubmed.com).

    Qualquer dúvida nos escreva novamente.

    Um abraço,

    Dra. Valéria Paschoal

  3. Comentário de debora | 04/10/2009 em 23:04:46

    olá, gostaria de saber porque as oleagenosas causam herpes.
    obrigada

  4. VP
    Comentário de VP | 05/10/2009 em 16:44:54

    Olá Debora, como vai?

    Na verdade as oleaginosas não causam a herpes, e sim auxiliam o vírus dessa doença a se multiplicar. As oleaginosas são ricas em arginina, um aminoácido envolvido no crescimento desse vírus, e portanto, seu consumo deve ser evitado, principalmente nas fases em que os vírus estão aumentados e causam os sintomas, para evitar uma piora do quadro.

    Uma dica é consumir alimentos fontes de lisina, que promovem uma proteção contra a multiplicação desse vírus. As principais fontes de lisina são as carnes, peixes e ovos.

    É importante lembrar que essas orientações devem ser acompanhadas por um profissional capacitado, que irá, através de uma avaliação individualizada, irá identificar quais são as melhores estratégias nutricionais para cada caso.

    Um abraço,

    Dra. Valéria Paschoal


Enviar Comentário »»