VP - Nutrição Funcional

Blog Oficial - www.vponline.com.br

ALIMENTOS TERMOGÊNICOS

Recentemente a revista Corpo a Corpo publicou uma matéria sobre alimentos termogênicos, os quais possuem a fama de auxiliar no emagrecimento. Esses alimentos são aqueles capazes de acelerar o metabolismo, já que sua ingestão constante permite que nosso organismo trabalhe em um ritmo mais acelerado, gastando mais energia do que o habitual. No fim das contas, essas calorias gastas a mais podem significar quilos a menos na balança.

Muitos alimentos são conhecidos por seus efeitos termogênicos, sendo os principais: pimenta vermelha, gengibre, chá verde/branco, vinagre de maçã, café, cacau e guaraná em pó, entre outros.

Existem diversos mecanismos pelos quais os termogênicos podem auxiliar na perda de peso. Alguns deles atuam no Sistema Nervoso Central, estimulando o estado de alerta e concentração, retardando a fadiga muscular e aumentando a disposição para os exercícios físicos. Outros atuam diretamente nos adipócitos, as células que armazenam gordura, potencializando a quebra das gorduras durante o exercício.

Esses alimentos, no entanto, não devem ser encarados como milagrosos. A simples inclusão de algum desses alimentos na dieta não garante a perda de peso. Eles podem atuar como adjuvantes do tratamento, mas desde que associados a um programa de re-educação alimentar e atividade física. Essa ação termogênica também depende de uma dose mínima e da frequência de consumo. Não espere, portanto, que ao consumir alguns desses alimentos esporadicamente os resultados apareçam. Para que façam efeito, esses alimentos devem fazer parte de uma rotina alimentar diária.

Outro fator importante a ser mencionado é que nem todos os alimentos popularmente conhecidos como termogênicos possuem ação cientificamente comprovada. Muitos deles ainda não possuem seu mecanismo de ação desvendado e alguns só apresentam efeitos em doses elevadas, quando administrados na forma de suplementos.

Outro cuidado a ser tomado em relação ao uso desses alimentos são os possíveis efeitos adversos. O consumo excessivo de alimentos com ação estimulante, por exemplo, como café, chá verde, cacau e guaraná em pó, pode desencadear sintomas como dor de cabeça, tontura, insônia e problemas gastrointestinais. O gengibre, por outro lado, pode aumentar a pressão arterial. Indivíduos com problemas cardíacos e hipertensos, portanto, devem ter cuidados redobrados ao incluir esses alimentos na dieta.

O ideal é introduzir esses alimentos com o acompanhamento e orientação de um profissional capacitado, que determinará qual o alimento termogênico mais indicado, as quantidades a serem ingeridas e os horários mais adequados, de acordo com as características de cada indivíduo.

Por mais que não possuam efeitos quando utilizados de maneira isolada, quando associados à dieta e ao exercício físico, esses alimentos podem sim otimizar e acelerar o processo de emagrecimento. Quando se trata de perda de peso, uma ajudinha é sempre bem vinda!

*Texto elaborado pela Dra. Gisele Pagliarini Silva, aluna bolsista do curso de Pós-graduação em Nutrição Clínica pela VP Consultoria Nutricional/ Divisão Ensino e Pesquisa.

6 Respostas para ALIMENTOS TERMOGÊNICOS »»


Comentário

  1. Comentário de Maiara Lima | 15/01/2011 em 14:25:06

    Olá Dra Gisele,

    Ao ler o Texto sobre os alimentos termogenicos fiquei com duvidas com relação as quantidades a serem recomendadas desses alimentos.

    Por exemplo, uma pessoa que quer emagrecer e que ingere regularmente cacau e guaraná em pó na alimentação, quanto podemos recomendar desses alimentos para que façam o efeito desejado (auxiliando na perda de peso)?

    Existe um melhor horário para consumir esses alimentos? Junto com as principais refeições ou entre elas?

    Um abraço,

    Maiara Lima

  2. Comentário de Beatriz | 19/01/2011 em 10:30:18

    Olá,

    Minha pergunta foge um pouquinho dessa postagem..
    Queria saber a respeito da farinha de amora, Já ouviu falar Valéria? Ela serve pra quê? Um médico recomendou que utilizasse, porém não consigo achar em lugar nenhum.

  3. VP
    Comentário de VP | 20/01/2011 em 17:57:57

    Olá Maiara,

    Não costumamos colocar quantidades, pois isto deve ser uma medida individualizada, que irá depender de uma série de fatores, sobretudo seus hábitos de vida e hábitos alimentares. Procure um profissional nutricionista para saber quais os melhores produtos para o seu caso.

    Um abraço.

    Dra. Valéria Paschoal.

  4. VP
    Comentário de VP | 24/01/2011 em 08:10:40

    Olá Beatriz,

    Atualmente estão fazendo farinha de diversas frutas. De forma geral são ricas em fibras e antioxidantes, porém ainda não é fácil de encontrar para vender mesmo. Procure em lojas de produtos naturais em sua cidade que você terá mais chance de encontrar.

    Um abraço.

    Dra. Valéria Paschoal.

  5. Comentário de Rodrigo Santos | 07/05/2011 em 12:14:16

    Olá Valéria,

    tendo em vista os alimentos mencionados na matéria: pimenta vermelha, gengibre, chá verde/branco, vinagre de maçã, café, cacau e guaraná em pó, fico com a dúvida dos melhores momentos em administra-los, devido possíveis interações com vitaminas de interesse nas refeições, e fica a dúvida do porque os alimentos protéicos não entraram nessa listagem?

    Grato

  6. VP
    Comentário de VP | 17/05/2011 em 21:36:13

    Olá Rodrigo,

    A administração destes alimentos podem ser feitos de forma alimentar ou na forma de suplementação, o horário de utilização pode variar dependendo de cada situação, por isso a importância de um acompanhamento individualizado. As proteínas são fontes de energia não tendo a ação de termogênico, alguns aminoácidos específicos podem tem uma maior facilidade de oxidação, porém não são considerados termogênicos.

    Um abraço.

    Dra. Valéria Paschoal.


Enviar Comentário »»